quinta-feira, 5 de maio de 2011

Cuidados com a saúde: pontos comuns entre a medicina e o yoga


* por Nicole Witek

Parece que a medicina está a cada semana se aproximando mais do yoga.
E por isso, extrai de um site francês sobre bem-estar, mantido por psicoterapeutas e médicos de várias áreas, dicas para você cuidar melhor de sua saúde.

Repare bem, é tudo yoga!
1 – Desfrute de uma alimentação sadia e equilibrada
Levando em conta suas próprias necessidades, fique atento ao que faz bem à sua saúde. Evite o álcool e tudo que possa acelerar o sistema nervoso. Escolha produtos frescos, fibras, frutas e legumes crus, de preferência os que vêm da agricultura orgânica. Descubra os benefícios dos alimentos e das plantas. Use os recursos de uma boa nutrição. Organize períodos curtos de jejum para descansar e limpar seu organismo.
Conselho do yogi: Uma ou até várias vezes por ano, faça uma limpeza do trato digestivo com a orientação de um profissional. Já que segundo o yoga, a maioria dos males vem da intoxicação do aparelho digestivo.
2 – Movimente o corpo
Segundo suas preferências e possibilidades, faça o que lhe der prazer e satisfação. A atividade física regular aumenta as defesas do sistema imunológico, como o riso! Exercite sua capacidade de rir e fazer os outros rirem.
Conselho do yogi: Respire, movimente o corpo, use seu corpo com amor e prazer, afinal ele é o templo da sua encarnação. Contentamento e alegria são seus mantras. O pior inimigo da saúde é a inatividade e a não ação, no físico e no psíquico.
3 – Dê-se permissão para recuperar o tempo necessário
Quando você sente uma baixa na sua energia, descanse alguns minutos para regenerar e recuperar sua energia por meio do relaxamento. Cada dia durma um número de horas suficientes. Antes de dormir, pense que seus desejos mais queridos estão se realizando.
Conselho do yogi: Pratique o relaxamento consciente, programe seu sono para acordar repleto de energia e direcionando seu dia para suas aspirações mais autênticas.
4 – Aproveite cada minuto que passa
Escolha com carinho cada atividade, só faça o que sinceramente você deve e o que quer. Invista no que lhe dá energia e prazer. Só faça o bem para você. Vá para o essencial.
Conselho do yogi: Desfrute do aqui e o agora. Passado e futuro não existem. Seja atento aos desejos do seu coração e pratique a sinceridade e a autenticidade junto com a não violência, para com você e para com os outros!
5 – Crie
Realize-se através de suas criações. Procure todos os meios para expressar-se e comunicar-se: desenho, aquarela, pintura, escultura, costura, culinária, informática, poesia, escrita, música, teatro, fotografia, vídeo... Seja surpreendido por sua criatividade.
Conselho do yogi: A vida é ação e realização. A meta do yoga é de desvendar suas próprias potencialidades. Seguindo o caminho do seu coração e expressando sua sinceridade, você se aproximará da sua essência, da sua alma e praticará a coerência com você mesmo. Ouse sair do rebanho e expressar o que você é.
6 – Realize-se
Defina quais são seus objetivos e o que você quer, levando em conta suas dificuldades, seu trabalho, seus relacionamentos. Escolha as prioridades procurando sempre o que lhe parece bom, justo e útil. Desenvolva estratégias para se realizar e explorar suas potencialidades.
Conselho do yogi: O caminho se faz caminhando. Vá em direção a suas metas por etapas, preste atenção ao que você sente praticando uma ética universal e sempre com o desejo de não machucar, nem você e nem os outros. Quando você está no seu caminho, você sente a felicidade.
7 – Desenvolva uma atividade em grupo
Crie uma rede de suporte social com a ajuda de sua família, de seus amigos, de seus relacionamentos. Participe de atividades em grupo. Valorize suas competências por meio de uma vida associativa. Procure o que você pode realizar ajudando os outros. Dê um sentido novo para sua vida. Afirme seu desejo de vida e curta a vida.
Conselho do yogi: pensando numa meta para o “outro”, você participa de um projeto maior do que seu pequeno ego limitado. Amplie sua visão para a “Big Picture”, escolha metas que lhe coloque em contato com causas maiores, finalidades ambiciosas, sonhe grande.
8 – Transforme dificuldades em desafios
Só pense com esperança. Você pode modificar seu olhar para as coisas e situações e atuar sobre as dificuldades às quais está se defrontando. Desenvolva atitude e crenças que façam bem à saúde e à mente e que reforcem sua energia vital.
Conselho do yogi: Tudo que acontece começa na mente. Mudando seu ângulo de visão, você tem condição de se programar para modificar a experiência. Você é um ser inteligente, as dificuldades são feitas para você transpor seus limites e sacudir a rotina, sair da imobilidade. Parta para a ação focando nas suas metas, e as “águas se abrirão” como Moisés atravessando o Mar Vermelho.
9 – Faça um diário
De um lado do seu diário, expresse suas mágoas, tristezas, dificuldades e sofrimentos. Seja simples. Escreva de uma maneira impulsiva, e se for necessário repita 25 vezes a mesma palavra. Guarde ou destrua o que você escreveu em função do que lhe parece bom e justo.
Do outro lado do seu diário, escreva suas esperanças, seus progressos, mesmo que pequenos. Insista sobre suas necessidades, seus desejos. Fixe em seu objetivo, escreva o que você pensa que pode ser realizado. Crie estratégias eficazes para realizar seus projetos. Escolha as que você prefere e posteriormente estude como você conseguirá realizar. Anote tudo isso.
Conselho do yogi: O estudo faz parte do conjunto de técnicas para realizar o yoga. A observação rigorosa, o fato de colocar-se como espectador de suas experiências ajuda a considerar os atos, os fatos e as circunstâncias e a tomar posição.
10 – Preste atenção às suas necessidades, aos seus desejos, ao que é bom, justo e útil a você
Na medida do possível, escolha e curta os meios de satisfazer seus desejos. Encontre cada dia algo satisfatório para se realizar. Honre-se, presenteie-se, curta cada minuto da melhor maneira possível. Preste atenção se o que você sente está de acordo com você mesmo. Tome sua vida em suas mãos.
Conselho do yogi: Pense nas leis da física moderna: a lei da coerência. A lei do carma não é diferente. Pensamentos elevados geram situações elevadas. Satisfação justa e honesta leva a momentos puros de contentamento. Responsabilize-se por seus atos, seus pensamentos, sabendo que o universo é vibracional e que as vibrações têm sua própria vida no “vácuo criador”, no Akasha onde a matéria se organiza.
11 – Invista na prática de técnicas de saúde e gerenciamento do estresse
Em função do que lhe corresponde, explore, desenvolva a prática de técnicas psicocorporais e espirituais: rezar, meditar, respirar, relaxar, visualizar, auto-hipnose, yoga, tai chi, qi gong, gerenciamento do estresse, sofrologia, rapid eye movements therapy, reiki, do in, reflexologia, luminoterapia, programação neurolinguística, terapia da liberação das emoções, psicoterapia cognitivo-comportamental, comunicação não violenta.
Conselho do yogi: Tudo que está proposto aqui é yoga! Não tem nada para escrever fora o fato que as práticas de yoga incluem tudo que está no item 11 da lista.
Você ganha tempo, saúde, energia praticando yoga e muito, muito, muito mais...

* Nicole Witek é Yoga consultant, formada em yoga dinâmica, asthanga, yoga pré e pós natal, etc

Nenhum comentário: