quarta-feira, 18 de maio de 2011

Respire fundo para tomar decisões acertadas


* por Jou Eel Jia

Além da inspiração e expiração, a respiração consiste também num intervalo entre ambas. Explico. Ao inspirar, se não voltarmos a expirar, morremos e ao expirar se não voltarmos a inspirar, morremos. Portanto, estar vivo depende dessas três ações: inspiração, intervalo e expiração.
Por isso, inspirar e expirar faz com que tomemos consciência do mundo. Quanto mais calma e normal (regular) for a respiração, mais conscientes nos tornamos do mundo. Na prática, isso significa ter condições de tomar as decisões mais acertadas no dia-dia, desde as mais simples, às mais complexas. Ao contrário, quando a pessoa está ansiosa a respiração se torna curta e ofegante.
Portanto, a respiração reflete muito a fisiologia do organismo. É também através da respiração que podemos controlar essa fisiologia. Através de ações práticas como o Lien Chi (clique e leia) e a meditação podemos controlar o ritmo respiratório. Ao melhorar nossa fisiologia orgânica melhoramos nossa respiração e expandimos nossa consciência.
Usamos assim a respiração como um veículo de transformação da alquimia interior. O resultado é mais autoconhecimento e equilíbrio mental. Isso equivale dizer que quando a gente está doente, a nossa consciência se retrai e a nossa mente sofre.
Essa é a razão para buscarmos o prazer nos momentos de sofrimento, seja na bebida alcoólica, na comida, em festas, viagens, compras... Com isso libera-se a dopamina um estimulante do prazer.
Depois que passa o efeito da dopamina, a pessoa pode se arrepender de ter feito uma compra por impulso, normalmente movida pela emoção.
Ao controlar a respiração podemos controlar esses impulsos emocionais. Assim podemos tomar decisões mais acertadas. Sob efeito da ansiedade a pessoa descarrega-a, por exemplo, na comida, o que vai causar sofrimento a longo prazo, como a obesidade.
As decisões do dia-a-dia podem ser agressivas e destrutivas sob o efeito da ansiedade. Desde o ato de comer excessivamente, até chutar o pau da barra no emprego e ser demitido.
Por isso a possibilidade de controlar suas decisões é o maior benefício de uma respiração equilibrada. Em suma, uma mente mais saudável é sinônimo de uma mente mais consciente.

Técnica de respiração para não perder o controle emocional
No lugar de gritar ou de um ato impulsivo:
Inspire e solte o ar lentamente 3 vezes - respiração nasal.

* por Jou Eel Jia é formado em Medicina pela UNIFESP e Presidente da Associação de Medicina Tradicional do Brasil (AMC

Nenhum comentário: