terça-feira, 19 de julho de 2011

Meditações com as cores


Os exercícios de meditação com as cores podem ser usados como um tipo de meditação para obter efeitos positivos, curativos e inspiradores. A meditação traz saúde e equilíbrio aos corpos físico, emocional e mental. A própria aura é revitalizada pela meditação.
As meditações expostas a seguir estão baseadas nas cores da natureza, não importando se na vida real você vivenciou ou não as visões descritas. O mais importante é você se permitir, com sua imaginação, formar a imagem como se ela estivesse realmente acontecendo. Tente formar, tanto quanto possível, imagens das cenas descritas com a maior vivacidade, como se estivesse vivendo-as pela primeira vez. Será uma verdadeira viagem.
Cada uma delas deverá durar cerca de 20 minutos e poderá ser usada à qualquer hora do dia. Use-as para ajudar a reforçar sua percepção de cada cor e suas qualidades associadas. Mas principalmente para trabalhar suas necessidades pessoais, para compensar um estado de espírito ou desequilíbrio emocional específico. Por exemplo, sentindo-se triste experimente a meditação do POR DO SOL LARANJA, ou ainda a meditação do GIRASSOL AMARELO para ajudar a melhorar o seu humor.
Por outro lado, se você estiver se sentindo estressado ou sobrecarregado de atividades, use a meditação dos MARES AZUIS.
Muitas pessoas tendem a desistir da prática da meditação porque acreditam ser incapazes de concentrar-se. Use as respirações profundas e rítmicas para ajudá-la a manter-se mais centrada e confiante.
Se por qualquer motivo pensamentos desconexos ou imagens não ligadas à sua meditação aparecerem em sua mente, coloque-as gentilmente de lado e continue do ponto em que você parou. A experiência dos chamados pensamentos "interferentes" e "distrações" é comum e você deverá tentar evitá-los desidentificando-se. Eles não devem ser reforçados, mas ao contrário, afastados bem humoradamente.
Contudo, essas experiências não são necessariamente negativas. Podem ser entendidas como uma forma sutil, usada pela mente para evitar seu contato com a lucidez e a paz.
Portanto, se isso acontecer com você, relaxe, deixe os pensamentos e/ou imagens passarem e, volte naturalmente ao seu ponto de focalização e continue sua meditação.
A capacidade de focalizar e concentrar-se sem distrações vem com a prática regular da meditação, que o ajudará a manter-se livre do estresse.
São sete as meditações propostas com visualização de cores. Escolha uma de acordo com as suas necessidades atuais e mãos (visualização) à obra.
Você poderá gravar sua meditação lentamente numa fita, em seu próprio ritmo, para usá-la mais tarde. A própria confecção da fita permitirá que você relaxe e medite mais profundamente.
Antes de iniciar alguma delas, experimente o Exercício Respiratório descrito a seguir.
--------------------------------------------------------------------------------
Ao aprender a respirar corretamente, é importante não tentar "forçar" as respirações. Não tente prolongar artificialmente suas respirações, ou "prender" o ar. Permita que o ar movimente-se com naturalidade, suave e tranqüilo. Somente com a prática, é que as respirações irão gradativamente tornando-se mais profundas e prolongadas.
Para começar, procure liberar tanto ar quanto possível sem produzir desconforto em cada expiração. Trata-se de limpeza do corpo, eliminando toxinas residuais ou estagnadas. Aos poucos permita que a expiração se prolongue um pouco mais que a inspiração.
Respirando profunda e conscientemente dessa forma você despertará a região do plexo solar, que comanda o sistema nervoso central.
Inicie então a técnica das respirações rítmicas e profundas:
1. Tome consciência das suas respirações.
2. Inspire começando por inflar o tórax (pulmões) e preenchendo também o plexo solar, elevando seu abdome à medida que inala. Crie uma pequeníssima pausa momentânea.
3. Em seguida, expire começando por esvaziar o abdome e em seguida relaxe o tórax, lembrando-se de eliminar a maior quantidade possível de ar. Você poderá inclusive elevar os ombros para ajudar na total expulsão do ar.
4. Repita essas etapas por cinco vezes.
--------------------------------------------------------------------------------
FOGO VERMELHO

Imagine um entardecer frio de inverno e você confortavelmente reclinada em sua cadeira de braços favorita, colocada ligeiramente à direita de um lareira acesa. As luzes estão em penumbra e a sala está iluminada pelo fogo. Sua atenção está focada na lareira à sua frente. As chamas tremulam e dançam em diversos desenhos do VERMELHO, criando sombras contra a parede de tijolos VERMELHA.
À medida que o fogo arde em toda a sua intensidade, o fulgor da luz brilhante resplandece e irradia-se sobre sua face. Você está aquecida e confortável com o calor gerado pela lenha ardente e crepitante. Suavemente, você aninha seu corpo cansado entre as almofadas macias que sustentam seu dorso e absorve o calor penetrante por todas as partes do seu corpo.
As chamas parecem falar com você, convidando-a para chegar mais perto. Você responde focalizando sua atenção no núcleo do fogo, fixando seu olhar e admirando a potência e a força que ele oferece. Você respira profundamente e começa a sentir-se energizada e desperta. Você se admira com o espectro das cores das chamas VERMELHO profundo.
A lenha rubra e fumegante. Tórrida. A intensidade das cores é quase insuportável, seu coração começa a acelerar, excitado pelo poder e pela luz cada vez maiores que lhe invadem o mais profundo do seu ser. Carregada com essa força inacreditável e, com vontade de viver plenamente, você toma conhecimento do seu potencial de irradiar calor, amor e amizade a todos aqueles que se aproximam.
PÔR DO SOL LARANJA
Você está sentada numa cadeira colocada na varanda de uma casa, situada no alto de um penhasco, e debruçada sobre o oceano. É final de dezembro - cerca de 19:00 da tarde - e o SOL logo estará se pondo. À medida que você olha para o mar, recorda-se dos acontecimentos do dia que termina. Você se lembra da alegria de reunir-se com seus amigos que não via há muito tempo e de quanta felicidade e risos foram compartilhados por vocês. Você se recorda dos seus rostos sorridentes e da felicidade por estarem juntos. Em sua mão há uma bebida refrescante. Você dá um pequeno gole e mais uma vez olha ao longe.
O SOL está quase se pondo no horizonte. Um grande disco LARANJA no céu move-se lentamente, mergulhando centímetro a centímetro para beijar o mar. Como um buraco no céu, ele queima, irradiando sua luz sobre as ondas do mar, acariciando a água e brilhando como lantejoulas num vestido de gala. O céu está incandescente, com traços DOURADOS, LARANJA E AMARELO intercalados pelas sombras suaves das cores complementares. Seus olhos iluminam-se profusamente e brilham com o fulgor radiante dos raios solares. À medida que o SOL mergulha sua primeira metade no horizonte, seu reflexo parece incendiar o oceano, regozijando-se com o esplendor de vida e vitalidade que ele traz.
Você mais uma vez pensa em seus amigos, lembrando-se de que, quando todos partiram, vocês prometeram manter contato e encontrar-se com mais freqüência. Os sons ruidosos das pessoas conversando, as crianças brincando e chapinhando na água já não podem mais ser ouvidos. Há expectativa no ar. Por um breve momento, tudo isso é silêncio à sua volta. Se um alfinete caísse agora, você poderia ouvi-lo. O globo LARANJA DOURADO está prestes a desaparecer por detrás do horizonte e esconder-se da sua visão. A última visão bruxuleante desse globo exuberante no céu dissolve-se à distância. Apenas a lembrança do calor do entardecer fica com você agora.
Pelo menos até amanhã.
GIRASSOL AMARELO
Imagine-se caminhando por uma plantação de girassóis, a maioria crescida até a altura de 1,80 metros. Os caules são verdes, grossos e ásperos. As folhas são grandes e crescem dos galhos intercalados ao longo dos caules. As flores são enormes e redondas com pétalas AMARELAS brilhantes. Estão dispostas em volta dos centros complexos, que formam uma rede repleta de favos de mel com sementes e, cobertos por uma camada AMARELA mostarda espessa de pêlos finos com pólen nas suas pontas. Cada pétala é suave e aveludada ao toque. Elas são longas, finas e ligeiramente arredondadas na ponta. Você fixa seu olhar no centro de um dos girassóis e maravilha-se com a estrutura estonteante e o padrão ordenado em seu interior. Você admira a sua beleza e sorri para demonstrar sua satisfação. O Sol está atrás de você e todos os girassóis estão sorrindo para você, irradiando positividade e otimismo em seu rosto. Você brilha, seu rosto ilumina-se com felicidade e alegria.
Em seguida, você se lembra de uma determinada época em sua vida, em que sentiu grande contentamento e felicidade. A lembrança desse momento desperta outras memórias de alegrias semelhantes e, por algum tempo, você fica perdido no passado. O som de uma abelha zumbindo perto do seu ouvido faz com que você volte ao presente.
Você começa a contemplar suas circunstâncias atuais e a imaginar de que forma elas poderiam melhorar. Você analisa o futuro e todas as suas possibilidades, imaginando o que a vida tem reservado para você num período de um ano, três, cinco ou até mesmo dez anos. Mas no momento tudo o que você quer é experimentar a alegria de caminhar entre os girassóis.
Com as flores voltadas em direção ao Sol, os girassóis e você estão brilhando intensamente numa atmosfera de luz AMARELA DOURADA, irradiando luz sem cessar. Eles sabem que, para qualquer lado que se virarem, estarão plenos de luz. De repente, ocorre-lhe que isso também se aplica a você. Para qualquer lugar que você vá, traz a luz consigo. Você é um instrumento da luz. Estar viva e cercada de tanta beleza torna-a muito feliz e contente.
PRADOS VERDES
Imagine que você está sentada numa colina VERDE em pleno entardecer. À sua volta existem outras colinas adornadas com pequenos grupos de árvores, pastos, trilhas e muitas, muitas flores. O vento sobra suavemente em seu corpo e roça nas folhas, galhos e flores, tremeluzindo e refletindo a luz clara do dia. O céu está limpo, totalmente azul com algumas nuvens passando lentamente. Você sente uma paz perfeita e a quietude que a cerca. Sente uma alegria e uma sensação de liberdade e naturalidade deste momento mágico. A relva VERDE cheirosa, vibrante, rica e suave envolve você e parece tocá-la no mais profundo do seu ser.
Você se sente em paz, esperançosa e contente por estar viva, respirando. Agradecida pela beleza da vida e pelos prazeres que ela oferece a todo instante. Para qualquer lado que olhe, você vê harmonia, equilíbrio e abundância. Você experimenta uma sensação refrescante e profunda de segurança e proteção.
A natureza apresenta toda a sua prosperidade e abundância, com infinitos tons de VERDE e, formas e, flores multicoloridas. E você, por fazer parte desta mesma natureza, também é próspera e abundante. Não importa quais sejam os desafios que a vida trouxer, você se sentirá segura e confiante de que tudo sairá bem.
CACHOEIRA AZUL TURQUESA
Você está num caminho estreito que circunda uma montanha rochosa e procura seguir os sons de uma cachoeira, retumbando sobre grandes pedras. Você sente o frescor nas faces e braços à medida que segue seu caminho ao encontro do mar. À medida que você desce, é preciso atravessar uma abertura no lado da montanha, onde a luz do sol atravessa, refletindo-se numa piscina de água fresca e límpida.
Uma cachoeira localizada no lado oposto a essa abertura traz vida ao lugar.
Nuvens borrifantes e cascateantes de espuma branca efervescente e, gotas brilhantes de água caem como diamantes sobre um leito de rio ondulante. Essa é uma visão que você jamais irá esquecer. Você começa a sentir-se revigorado e revitalizado, mesmo sem tocar a água ou se banhar nela.
A tentação é incontrolável. Você arranca suas roupas e caminha em direção à água, sentindo a sedosa energia AZUL TURQUESA em ação. Nade ao redor da cachoeira e deixe a queda de água limpá-la, sentindo a pressão das gotas de água caindo sobre seu corpo. Aprecie cada segundo da cor AZUL TURQUESA curando-a. Agora, nade de volta para vestir as suas roupas, que ficaram esperando sobre as pedras, e sinta todo o seu corpo vibrando com energia e vitalidade. Quando estiver pronta, coloque suas roupas e ponha-se a caminhar descendo a montanha em direção ao mar. Sinta seu corpo fresco, leve e relaxado.
OCEANOS AZUIS
Você está sentada no convés de um navio navegando em mar aberto. A manhã acaba de começar, talvez cinco ou seis horas, e o céu tem uma cor AZUL pálido sem nuvens. A cor é suave e tranqüilizante. Por quilômetros e quilômetros à sua volta, não há nada além de você, seu barco, o céu azul e o mar aveludado e azulado. Na verdade, por estar absolutamente só, sua visão não está impedida por nada, possibilitando ver a linha do horizonte em todas as direções.
No ponto em que o céu encontra-se com o mar, o horizonte parece mostrar-se como uma linha de um AZUL ÍNDIGO, nítida, dividindo os céus e a terra. O mar está tranqüilo e sereno, inspirando-lhe sensações de paz inacreditável. Uma sensação de cura interior. Você está só, mas sente-se ligada e em contato com todo o Universo. O único movimento é o respingar da água, à medida que o barco navega suavemente, rasgando a brisa matutina e o AZUL ESCURO do fundo do mar. Você observa, hipnotizada, o efeito sussurrante da água sendo rasgada. Você está num estado de repouso e relaxamento completos.
À medida que o Sol se eleva, o céu é inundado e banhado por um brilho dourado de luz radiante, que se reflete na superfície refulgente do mar e a traz de volta.
MONTANHAS VIOLETA
Imagine uma faixa ampla de terra e céu à sua frente. São cerca de 20 horas de um dia de verão. Você está olhando à distância de um prédio muito alto. Uma cobertura. Ao longe, vê algumas montanhas VIOLETA ARROXEADAS, que se erguem firmemente e guardam majestosamente a cidade. A atmosfera está melancólica, com névoa e umidade. À sua direita, florestas de cor PÚRPURA estendem-se até onde seus olhos podem alcançar. Faixas de CINZA, PÚRPURA e VIOLETA adornam o céu ao entardecer e, traços PRATEADOS flutuam misteriosamente em sua sombra. À esquerda, pedras sombreadas de cor AMETISTA adornam o litoral e dão boas vindas às areias douradas. O ar está fresco e revigorante, o vento é forte e prenuncia uma tempestade iminente.
À medida que a luz é amortecida e as nuvens se formam, elas se acumulam pesadas no céu e o vento fica mais forte. De repente, os sons da tempestade retumbam e começa a cair um chuvisco fino. Alguns segundos depois, o chuvisco transforma-se numa chuvarada vigorosa e tudo é lavado pela torrente. Por algum tempo, a chuva continuou caindo, mas finalmente cessou.
A atmosfera agora está límpida, brilhante e refrescante. Tudo foi revitalizado, as nuvens dispersaram-se e agora a luz irradia-se para todos os cantos à sua volta. Um aroma agradável de terra molhada lhe envolve e, você observa as violetas multicoloridas crescendo na floreira da janela.

* Conceição Trucom é química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida.

Um comentário:

Lia Lima disse...

Gosto dessa escritora. Tenho dela o livro "Mente e Cérebros Poderosos". Prá meditação com cores, faço uma mandala com todas as cores que deve servir de ajuda.
Veja lá no orkut.