quinta-feira, 14 de julho de 2011

Uma visão holística de qualidade de vida

http://www.cmqv.org/website/artigo.asp?cod=1461&idi=1&moe=212&id=15196
Uma visão Holística da Qualidade de Vida
HOLOS: palavra grega que significa “O TODO"

* Por Célia Wada

O termo holístico se refere a uma abordagem de conhecimento que visa estabelecer pontes entre as fronteiras das ciências físicas, humanas, biológicas e espirituais. (Weil, 1987).
A abordagem holística busca compreender fenômenos em função de uma totalidade integrada que contempla aspectos científicos, tradicionais e artísticos. (UNESCO, 1986).
Na abordagem holística o todo não é concebido apenas como a soma das partes, pois neste todo buscam-se propriedades que transcendem as propriedades de cada uma das partes enquanto estudadas isoladamente. (Nogueira, 1985).
A globalização é o caminho para a evolução.
A necessidade de uma análise ampla que considerasse a multicasualidade fez com que o holístico surgisse.
A abordagem cartesiana de René Descartes, matemático e filósofo do século XVII, não mais satisfaz as necessidades atuais. (O reducionismo consiste na crença de que os fenômenos complexos podem ser estendidos através de sua redução aos componentes básicos que o integram, suas propriedades e interações; isso leva a fragmentação do conhecimento que é oposta ao holismo, o qual busca compreender o todo). A física quântica mostra a clássica distinção entre a matéria e a energia não reflete uma verdade real e incontestável. A demonstração atual mostra que as estruturas básicas do mundo material são determinadas, também, pelo modo que observamos esse mundo, e que os modelos da matéria são reflexos do modelo da mente. (Capra, estudos demonstram efeitos de interação entre a mente do pesquisador e o objeto pesquisado. Esses estudos comprovam as prerrogativas de que as propriedades da matéria são independentes da mente e que não pode existir uma nítida divisão cartesiana entre a matéria e a mente, entre o observador e o observado. Há uma interação entre as energias existentes matéria x mente x universo.
A arte de vida com qualidade de vida reside no perfeito equilíbrio da energia universal.
A física quântica pesquisa a natureza essencial da matéria.
O misticismo oriental pesquisa o ângulo mais profundo da consciência.
A união desses dois caminhos constitui o que pode ser chamado de: Manifestações Complementares.
Essas abordagens já vem sendo discutidas há muito tempo, porém, apenas agora o aprimoramento e a compilação científica está abrindo novas frentes de estudo e pesquisa levando a estudos baseados em Evidências, com um número cada vez maior de seguidores.
Em 1997, na 3o. Conferência da Organização Mundial de Saúde foi recomendada a promoção de um encontro de especialistas representativos dos principais sistemas de Medicina Tradicional.
Em 1978 esse encontro ocorreu dando origem ao documento “Promoción y desarollo de la medicina tradicional”que considera o homem de maneira holística.
“Medicina Alternativa – A soma de todos os conhecimentos teóricos e práticos, explicáveis ou não, utilizados para diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças físicas, mentais ou sociais, baseados exclusivamente ou por escrito de uma geração para a outra. (OMS, 1978).
“O ser humano constitui uma unidade inseparável do corpo, sentidos, mente e alma.” (OMS, 1978)
Em 1986, a UNESCO, Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, promoveu em Veneza, o colóquio “A ciência face aos confins do conhecimento”com a participação de cientistas e filósofos de vários países, apresentando uma abordagem transdisciplinar do conhecimento que contemplou um intercâmbio dinâmico entre as ciências humanas, a arte e a tradição. Desse encontro saiu o documento denominado “Declaração de Veneza”.
Com base em conceito holístico, estão sendo desenvolvidos inúmeros estudos sempre em busca de parâmetros ideais.
O enfoque holístico em saúde engloba aspectos físicos, psíquicos, sociais e espirituais do ser humano.
Apenas dentro de uma visão holística do processo evolutivo poderá ser conseguida e tão almejada qualidade de vida.
“SAÚDE – ESTADO COMPLETO DE BEM ESTAR FÍSICO, MENTAL E SOCIAL E NÃO SIMPLESMENTE AUSÊNCIA DE DOENÇA OU ENFERMIDADE” (Organização Mundial de Saúde)
EQUILÍBRIO: PRECEITO BÁSICO PARA A SAÚDE
SAÚDE: DETERMINANTE BÁSICO DO DESEMPENHO
DESEMPENHO: PRECEITO BÁSICO PARA A QUALIDADE DE VIDA
Nossas metas:
...mais anos de vida e mais vida para esses anos... (Câmara Multidisciplinar de Qualidade de Vida)
...a saúde é bem vinda...não importa de onde venha...
(Assoc. Brasileira de Medicina Complementar e Estratégias Integrativas em Saúde)

* Célia Wada -farmacêutica

Nenhum comentário: