sábado, 29 de setembro de 2012

Curar e ser curado!

Não vejo o meu trabalho como trabalho. É um prazer tão grande, não encontro palavras que expliquem. Sinto que estou em serviço, sem que isso implique qualquer tipo de esforço. Não há um dia que vá trabalhar forçada. É por um lado um prazer e, simultaneamente, uma pacificação cada dia maior. Quanto mais alinhada comigo mesma estou mais sinto isto: não há cansaço, não há a pressão do tempo. Aquela frase chave "o tempo não existe" é este sentimento, em presença. Estar em missão, curar, ser curada."
É este o testemunho que Sofia Guerra nos oferece e que é semelhante ao de todos os que estão missão. É algo que não se consegue explicar e que só se pode saber o que é quando o experimentamos.
Se é terapeuta ou pretende ser e nos está a ler, esta mensagem é para o/a assegurarmos que o seu trabalho é importante e que há um mundo à sua espera e que precisa de si. Temos a certeza de que o testemunho que Sofia Guerra lhe oferece ressoa consigo.  Ser terapeuta é um acto de amor!
 Se é um visitante esta é a oportunidade de conhecer o trabalho desta  terapeuta. Esperamos esclarece-lo/a da melhor forma.
Sofia Guerra é licenciada em Psicologia na área clínica pelo ISPA, Instituto Superior de Psicologia Aplicada. Desde o início do curso soube que não iria exercer da forma tradicional.
 O Harmoniza achou importante apresentar este testemunho porque temos conhecimento de que há muitos Psicólogos a recorrer às terapias alternativas para complementar a sua formação.
Hoje em dia Sofia Guerra integra várias terapias nas suas sessões e afirma - "O que sinto é que esta  forma de trabalhar é mais eficaz, no sentido de conseguir dar à pessoa os instrumentos para que ela própria consiga ir dentro de si e mudar o que é preciso. Senti-me perdida no fim do curso mas comecei a formar-me nas áreas holísticas. Fiz os vários níveis de Reiki, formei-me em Theta Healing, Massagem de Som, que é a minha paixão (pode ver artigo sobre esta técnica) e Terapia Multidimensional, entre outras." Nenhuma das sessões é igual, porque se trabalha com as características do indivíduo e todos são diferentes. São sessões dinâmicas em que a participação do paciente é fundamental.
Sofia explica a sua forma de trabalhar. "Faço vários tipos de sessões: Reiki e Massagem de Som com Taças Tibetanas e Gongos. As sessões de Psicoterapia de Orientação Transpessoal podem incluir todas a técnicas que eu e a pessoa sentimos que no momento devem ser usadas, seja Reiki, Taças Tibetanas e Gongos, Tetha Healing, Constelações Sistémicas (há 2 formas de o fazer, uma delas é aplicada com objectos não requerendo a presença física de pessoas auxiliares; em breve colocaremos artigo a explicar esta técnica), visualização criativa, escrita, pintura ou desenho intuitivo e movimento. As sessões de Terapia Holística Integrada são sessões de cura energética propriamente dita, baseadas na Terapia Multidimensional e cura com os Mestres, com o auxílio de cristais e a imposição das mãos quando necessário.
 Em terapia, independentemente das técnicas utilizadas o mais importante é conseguir que a pessoa se liberte, a forma não interessa, pode ser a escrita, a pintura, um simples movimento, ou o silêncio no qual presenciamos a cura. Eu trabalho de forma intuitiva e permito que a criatividade se expresse também na forma de abordar a temática em foco na terapia.
Quando nos iniciamos como terapeutas é natural que haja insegurança, mas à medida que nos vamos permitindo experimentar percebemos o que funciona e à medida que nos vamos entregando a insegurança dá lugar à confiança de que o que somos orientados para fazer é sempre o certo naquele momento".
Sofia explica o que é ser intuitivo. "É, na presença física ou energética da pessoa, acedermos ao seu pedido que vai para além do que ela consegue dizer. E para isso é necessário experiência e segurança por parte de quem está a liderar o trabalho. Trabalhando através da intuição não precisamos de conhecer a pessoa. O diálogo flui, falado ou agido. O diálogo entre o terapeuta e o paciente vai para além do verbal".
 "No que respeita ao trabalho com crianças, além das sessões individuais em curso, em breve darei início a actividades e dinâmicas de grupo, que incluem iniciações de cura, sempre estruturadas de forma lúdica de modo a motivá-las a terem uma prática continuada e a fazê-las sentir o prazer de curar com amor e alegria.
Ainda com as crianças, dinamizo workshops de taças tibetanas e gongos, com o apoio da Academia Peter Hess. Esta actividade é estruturada conforme a faixa etária, sendo que nos workshops para crianças entre os 2 e os 5 anos os pais são convidados a participar também. Pelas várias potencialidades lúdicas e terapêuticas do som e da vibração, os resultados são surpreendentes em várias áreas. As crianças brincam, exploram a sua criatividade, aprendem a escutar o outro, a escutar o seu próprio corpo, trabalham o movimento, a atenção e a concentração, entre muitos outros aspectos. (a este propósito é de salientar que uma das indicações da Massagem de Som e da terapia pela vibração é o Síndrome de Défice de Atenção). Elas adoram e os pais ficam surpreendidos quando vêem os seus pequeninos manterem a atenção focada e entregarem-se de corpo e alma durante as três horas que dura o workshop. Uma das coisas mais importantes quando se trabalha com crianças é explorar a sua  criatividade, porque é através dela que o seu coração se expressa. E isso passa por trabalhar também a nossa criatividade na utilização dos instrumentos. Trabalhar com crianças é um mundo infindável quer seja com as taças tibetanas ou com outra técnica qualquer".
Sofia afirma "O trabalho que faço é um processo não só de quem me procura, mas de ambos e do Todo, no qual cada nova ligação curada, transmutada ou restabelecida abre caminho para uma cura profunda tanto dos registos individuais como da malha cristalina que nos mantém na conexão plena com o Universo, permitindo que resgatemos, a cada passo, o amor que somos. Sempre"

Nenhum comentário: