sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Medicina antroposófica busca aprofundar a análise sobre o paciente e seus sintomas

Edwards Junior
*Colaboração
Oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2006, a medicina antroposófica busca a ampliação da visão sobre o paciente e tem tratamentos focados em medicamentos naturais. Reunindo especialistas, o III Congresso de Medicina Antroposófica da Zona da Mata Mineira está sendo realizado em Juiz de Fora entre esta quinta-feira, 22 de novembro, e o sábado, dia 24, e busca a divulgação e a discussão sobre esta área.
O médico Fernando Abrão afirma que “a medicina antroposófica busca uma ampliação da visão sobre o ser humano e seus sintomas”. Basicamente, qualquer pessoa, independente da idade e da patologia apresentada, pode procurar tratamento baseado na medicina antroposófica. “Tanto pacientes que apresentem doenças agudas, quanto crônicas, ou até problemas que apresentem fundo emocional.” Além disso, o médico ressalta que a área não é vista como uma medicina alternativa, mas “uma ampliação da área de estudo da medicina convencional”.
Segundo Abrão, os tratamentos da área buscam “evitar a utilização de medicamentos químicos e, consequentemente, seus efeitos colaterais, visando o equilíbrio do ser humano”. Além do uso de medicamentos naturais, a medicina antroposófica utiliza recursos terapêuticos como a utilização de aplicações externas, incluindo banhos, compressas e massagens, além da chamada terapia artística. Ele complementa que “os tratamentos para doenças agudas, ao contrário do que se pensa, costumam apresentar uma resolução rápida, mas que, no geral, o resultado depende da patologia apresentada e de cada indivíduo”.
Juiz de Fora ganha lei para tratar dos direitos dos autistas Dia Nacional da Homeopatia é celebrado com palestras e atendimento médico em JF Juiz de Fora celebra o Dia Mundial do Diabetes com exames e orientaçãoCongresso
O III Congresso de Medicina Antroposófica da Zona da Mata Mineira prossegue até o sábado, 24 de novembro, reunindo especialistas, que atuam na área, de diversas cidades, como São João del-Rei, São Paulo e Belo Horizonte. Abrão, integrante do congresso, afirma que o evento tem como função “discutir a medicina antroposófica e suas várias terapias, além de reunir profissionais da área visando trocar experiências de médicos que atuam dentro do SUS”.
A população em geral, que tenha interesse em conhecer as práticas antroposóficas, poderá ter atendimento gratuito durante o evento. Serão montadas duas tendas para o oferecimento de clínica atroposófica, avaliação odontológica pela antroposofia, triagem para psicoterapia antroposófica e práticas de enfermagem antroposófica, que inclui compressas de argila, massagens, chás, entre outros. As vagas para o atendimento gratuito são limitadas e as inscrições podem ser feitas, antecipadamente, pelo telefone (32) 3215-9589.
*Edwards Junior é estudante do 6º período de Comunicação Social da UFJF

Nenhum comentário: