domingo, 18 de novembro de 2012

O Terapeuta, a Cura e a Saúde

Até hoje, entende-se por saúde: melhores condições de vida (trabalho e moradia) e hospitais para "tratar" as pessoas quando adoecem.
Pretendemos dar aqui um passo a frente e acima, no sentido de compreender saúde como equilíbrio entre os estados mentais, físicos e espirituais do ser humano com meio ambiente, visando prevenir a doença (desequilíbrio), gerando harmonia e bem estar para todos.
Neste sentido as terapias naturais, técnicas milenares utilizadas pelas medicinas Holísticas Tradicionais (Medicina Chinesa, Grega, Alquimia, Ayurvédica, entre outras) tem muito a contribuir neste tempo de busca de soluções simples e de baixo custo.
É importante compreendermos que a palavra Terapeuta vem do grego Therapeuin que significa "servidor", "cuidador". Daí Therapeutos (terapeuta) e aquele que e suscetível de ser cultivado, ou seja, aquele que cura a si mesmo. A missão tradicional do terapeuta e propiciar ao ser humano "doente" sua capacidade de criadora, devolvendo-lhe fluidez, transparência, flexibilidade, tal como teve nos primeiros dias de vida. Com isto torna o doente fértil e cultivável, trazendo a consciência da cura.
Tarefa básica para os terapeutas e cuidar conjuntamente com natureza. Cuidar e estimular o que não e doente entre nós, do ser, da energia e o sopro que nos inspira. Pois terapeuta e aquele que ora pelos que sofrem. O terapeuta não cura, ele "cuida" e é Deus O vivente que trata e que cura.
O terapeuta só propicia as melhores condições possíveis, através de suas técnicas naturais, para a energia de cura atuar no "doente", gerando equilíbrio saúde integral.
Não basta cuidar do corpo de alguém, mas sim prestar atenção àquilo que da vida. O terapeuta cuida exatamente neste sopro que anima e lhe da vida.
Curar em ser humano e permitir que respire conscientemente, observando todas as tensões, bloqueios e obstruções que impedem a livre circulação das energias, ou seja, a plena vivencia da alma de ser um corpo. Curar e solarizar.
Curar e o caminho da responsabilidade sobre si mesmo, compreendendo seus limites e possibilidades como ser humano. A terapia então e cuidar do corpo, do ser e do mundo. Pois a "doença" e o "sofrimento" podem ser também um momento de tomada de consciência e sabedoria.
As terapias naturais, por utilizarem instrumentos fornecidos pela natureza e por milênios de sabedoria humana, tem uma perspectiva transdisciplinar holística, ou seja, todas as técnicas e conhecimento são complementares entre si, pois o objetivo e a saúde integral, física, mental e espiritual do ser humano e do planeta.
Qualidade de vida como consequência de uma atitude mais harmoniosa e precisa do ser humano e da utilização de técnicas milenares e tradicionais das terapias naturais, que se caracterizam pela simplicidade, pelo baixo custo e pela auto responsabilidade do homem para com seu processo de cura e consciência de interação complementar com a natureza.
Qualidade de vida no sentido de utilizar a mais alta tecnologia a favor do homem e não visando somente o lucro. A cooperação entre as terapias naturais e as técnicas terapêuticas Médicas Instituídas e um passo muito importante e possível neste tempo em que novas soluções devem ser encontradas pela humanidade consciente.
Para os terapeutas "os doentes" não são "pacientes", devem ser respeitados como seres humanos habitados pelo espírito Divino.
A cura para os terapeutas naturistas passa também pelo coração, portanto há amor. No entanto os terapeutas naturistas não se preocupam em serem modelos, aceitam o mundo tal como e, buscando cooperar, maximizando sua ação pela consciência e otimizando a qualidade de vida do ser humano na busca de felicidade, da verdade, da alegria e do viver

Nenhum comentário: