sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Beleza na mesa


Texto: Regina Célia Pereira
Diversas pesquisas comprovam que certos nutrientes têm ação indispensável contra o envelhecimento precoce. Confira o que não pode faltar no seu prato
De nada adianta besuntar o rosto com cremes se você não caprichar no cardápio – aquilo que entra pela boca se reflete diretamente na beleza da pele e na saúde dos cabelos. Quer exemplos? Um trabalho britânico publicado no periódico científico American Journal of Clinical Nutrition aponta os ômegas e a vitamina C como aliados contra as rugas. Os estudiosos elegeram esses dois nutrientes depois de analisar minuciosamente a dieta e examinar a epiderme de um grupo de 4.025 mulheres. Aliás, cabe ressaltar que, quando o assunto é estética, a dupla de nutrientes é sempre mencionada.
Os ômegas 3 e 6 – aquelas gorduras famosas pela proteção cardiovascular – atuam nas membranas celulares, deixando-as mais permeáveis e alterando o fluxo sanguíneo, o que contribui para a integridade da derme. “A vitamina C é uma espécie de coadjuvante no estímulo e formação de colágeno”, diz a dermatologista Shirlei Borelli, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Ou seja, ela colabora para a recuperação do tecido e dá firmeza. Isso porque o tal colágeno, que é um tipo de proteína estrutural, tem tudo a ver com a elasticidade e a resistência da pele.
E os méritos da vitamina não param por aí. A substância presente nas frutas cítricas é um poderoso antioxidante. Para a nutróloga Marcella Garcez Duarte, diretora da Associação Brasileira de Nutrologia, essa ação é fundamental para combater o envelhecimento precoce. “Também vale destacar os carotenoides”, afirma. Se você não lembra dessa alcunha meio esquisita, trata-se de uma família de pigmentos, com destaque para o licopeno, presente no tomate, e o betacaroteno, que dá cor à cenoura.
Marcella também chama a atenção para compostos conhecidos como polifenois. Um dos componentes desse grupo é o ácido elágico. Nunca ouviu falar? Pois saiba que ele pode estar na sua fruteira. A substância, que colore a amora, a cereja e outras frutas vermelhas, foi estudada por cientistas coreanos da Universidade Hallym. Foram eles que constataram seu poder na preservação de células da pele expostas à radiação solar. Minerais como o selênio, além das vitaminas A e E, têm função parecida. Garantir essa turma de ação antioxidante no cardápio cotidiano impede estragos relacionados ao excesso de radicais livres, moléculas capazes de causar danos celulares.
Para o dermatologista Humberto Frucchi, do Hospital Santa Isabel, em São Paulo, a alimentação equilibrada, com o devido espaço para frutas e hortaliças, garante a saúde do maior órgão do corpo. “Carnes magras, peixes e ovos também não podem ficar de fora do cardápio, avisa Frucchi. Esses alimentos são ricos em proteína, nutriente que previne a perda muscular, o que é indispensável para evitar a flacidez.
Mas não esqueça: é líquido e certo que, quanto mais hidratado o organismo, mais viçosa será a tez. Além de tomar água ao longo do dia, e assim mandar para fora muitas toxinas, que tal lançar mão de algumas bebidas que têm se destacado na proteção da pele? O chá verde se mostrou eficaz na prevenção do foto-envelhecimento em um estudo com 60 voluntárias, realizado por pesquisadores alemães e publicado na revista científica The Journal of Nutrition.
Aqui no Brasil, o chá-mate tem sido festejado por especialistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Nos laboratórios do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, o professor Samuel Santos Valença, a estudante de Nutrição Marina Valente Barroso e a doutoranda Manuella Lanzetti ofereceram para camundongos idosos, durante 10 meses, uma bebida feita com a erva tostada. Outro grupo de roedores bebeu água. “Ao final do período, notamos que os animais que consumiram o mate tinham aspecto preservado, a pelagem estava mais saudável”, relata o professor. E mais: análises mostraram que genes específicos relacionados ao combate do envelhecimento eram mais ativados nesse grupo. Uma das estrelas do mate atende pelo nome de ácido clorogênico. “Ele tem potente ação antioxidante”, revela Valença. Então, o segredo é, mais uma vez, o combate aos radicais livres.
Apesar de até agora termos falado muito da cútis, saiba que todos esses ingredientes também favorecem as madeixas. Entretanto, um nutriente em particular merece entrar no seu prato para deixar os fios mais sedosos. É o silício. A substância aparece em um estudo realizado pelo dermatologista Ricardo Tadeu Villa. Para o trabalho, foram recrutadas 34 alunas de pós-graduação da Fundação Técnico-Educacional Souza Marques, que toparam raspar o cabelo na região da nuca. “Avaliamos o crescimento e a força dos fios durante três meses e, depois disso, oferecemos um suplemento feito com o mineral”, conta Villa, que é professor na instituição.
A turma consumiu a suplementação por 5 meses e, nesse período, os fios passaram por novos testes em laboratórios de Cosmetologia da Universidade da São Paulo. “Foram diversos cálculos, e pudemos concluir que houve um aumento de quase 38% na média de crescimento”, afirma. Também ficou evidente que o cabelo estava mais resistente ao estresse do dia a dia, ou seja, ao sol, aos xampus e afins. “O mecanismo por trás dessa atuação é a participação do nutriente na produção de queratina”, diz. Traduzindo: ele interfere na estrutura dos fios capilares, que já nascem fortes.
Segundo a nutricionista Lara Natacci Cunha, da Dietnet Assessoria Nutricional, em São Paulo, além de embelezar a cabeleira, o silício é um paladino contra a famigerada celulite. É que ele zela pela estrutura da pele e protege as fibras de colágeno de estragos. Para quem anda lutando contra os furinhos, também é importante manter um peso saudável, já que a obesidade favorece o aparecimento da celulite. Aliás, estar em dia com a balança também ajuda a dar um chega-pra-lá em estrias e outras encrencas.
ESQUADRÃO BELEZURA
Veja quais são as maiores fontes dos nutrientes para deixar a pele e os cabelos mais bonitos e fortes:
• SILÍCIO
Trigo, aveia, centeio, cevada.
• VITAMINA A
Ovo, abóbora, espinafre, pimentão.
• VITAMINA C
Acerola, caju, kiwi, mamão, laranja.
• VITAMINA E
Gérmen de trigo, amêndoas, nozes, amendoim.
• ÁCIDO ELÁGICO
Amora, cereja, morango, romã.
• BETACAROTENO
Cenoura, manga, melão cantaloupe, abóbora.
• LICOPENO
Tomate, goiaba vermelha, melancia, pitanga.
• ÔMEGA 3
Salmão, sardinha, semente de chia, linhaça.
• ÔMEGA 6
Óleos de soja, girassol e milho.
• SELÊNIO
Castanha-do-pará, truta, camarão.
CHOCOLATE E ESPINHA
Trata-se de um elo antigo e cheio de polêmica. “Não existem evidências científicas que comprovem essa relação”, conta a nutricionista Mariana Del Bosco, de São Paulo. Suspeita-se de que a fama tenha surgido por conta da grande concentração de gordura que o doce contém. Três quadradinhos ou 30 gramas do tipo ao leite fornecem até 13 gramas de gordura. “A dieta parece ter pouca influência sobre o surgimento da acne, mas estudos mostram que o alto teor gorduroso pode servir de estopim  para o agravamento do quadro”, relata a dermatologista Shirlei Borelli. Para a nutróloga Marcella Garcez, o chocolate amargo, com 70% de  cacau, oferece substâncias protetoras, inclusive para a pele e, se for consumido em doses pequenas, é bem-vindo na dieta. A sugestão de Marcella é de 25 gramas por dia.

Macaé: sucesso contra dengue


Rio -  Resultados positivos contra a dengue em Macaé, com a inclusão da homeopatia no controle da doença, levaram o município ao reconhecimento internacional junto às organizações de saúde. As estatísticas do último ano confirmam os benefícios do programa para a população: em 2011, entre as 231 pessoas que fizeram uso do medicamento homeopático profilático de bloqueio, ou seja, moradores das casas de pacientes que tiveram dengue em 2010, só 45 adoeceram e 186 não contraíram a doença, uma proteção contra a dengue de 80,5%.
A informação foi passada pela gerente de Vigilância em Saúde, Laila Nunes, que implementou o Programa de Homeopatia em 2007 na rede pública de saúde de Macaé. Por conta dessas ações de controle ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, Macaé, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está entre os municípios homenageados com o Prêmio Integracion Latino Americano 2012, em evento que será encerrado hoje, em Curitiba (PR).
O prêmio é conferido pela Câmara Internacional de Pesquisas e Integração Social (Cipis), que há 34 anos promove a integração latino-americana. Trata-se do Painel Latinoamericano de Integração. A secretária de Saúde, Liane Machry, está no evento para receber o troféu e diploma conferidos a Macaé. Durante a solenidade, o município vai participar também da elaboração de propostas para o documento “Avanzos Integracionistas de La Salud em Latino America”.
“A Secretaria de Saúde realiza um trabalho de enfrentamento da dengue com envolvimento dos setores de saúde, saneamento, limpeza urbana, meio ambiente, educação e a sociedade”, destacou Liane.