segunda-feira, 4 de março de 2013

O encontro de sua natureza interior

Quantas vezes você deixou de ser você mesmo? E, quantas vezes você entregou as rédeas de sua vida? Provavelmente hoje, você esteja realizando o que não gosta, sem satisfação no que faz, ou ainda pior, não consiga expor ao mundo o que tem de melhor a oferecer: o seu talento.
Na correria da vida moderna, cumprimos horários e metas e tentamos realizar o possível para nos tornarmos melhores. Mas na busca desenfreada por agradar a todos, deixamos de ser nós mesmos. Sem perceber, muitas vezes, seguimos os padrões da sociedade, obedecemos às circunstâncias que nos são impostas e optamos por cumprir “as regras” das aparências para aparentamos “ter o que não temos” e “ser o que não somos”.
Talvez você tenha vontade de fazer algo que o seu coração pede para ser feito, como ir em busca de algum sonho ou de encontrar sua vocação e deixá-la orientar suas escolhas. O importante é saber que existe um caminho onde você pode realizar uma vida plena e com mais satisfação. E não é preciso ir muito longe para encontrá-lo. Você precisa ouvir o seu coração e deixar manifestar sua natureza e seu talento em todas as atividades que realiza. Ser você é simplesmente ser verdadeiro.
Siga a verdade que nasce em seu interior; não há erros quando vivemos a verdade do coração. Ouça a natureza do seu ser, deixe-a apontar o caminho, escute esta voz que vem de dentro e preste atenção a ela antes de fazer suas escolhas. Ao viver a nossa verdadeira natureza percebemos a nossa missão de vida, nossa vocação. Confie, assuma e desenvolva o que existe de mais especial dentro de você.
Por fim, como você já sabe. O mais importante do que a escolha deste caminho é colocá-lo em ação, é caminhar.
“Existe uma luz que brilha além de todas as coisas na terra, além dos mais altos, dos mais altíssimos céus. É a luz que brilha em teu coração.”
Upanishad Chandogya

3 comentários:

Lia Lima disse...

Estava aguardando uma oportunidade para lhe dizer e essa sua publicação veio a calhar. Eu já passei por muitas atividades procurando desenvolver o meu talento e também fiz coisas que não me deram prazer. Se tivesse sido presenteada com uma boa voz, naturalmente seria cantora, mas também a timidez poderia me trair. Hoje, depois de muita vivência, descobri que posso fazer uma coisa boa para mim e para as outras pessoas e que estou realizando com muito prazer. Virei terapeuta! Estou atendendo Reiki e Floral (fiz o curso) em um espaço de Produtos Naturais e estou muito feliz. Acho que encontrei o meu caminho.

Luz13 disse...

Gostei do blog e lembrei-me de Aline, da Cidade das Pirâmides, que diz “Ser de luz é viver na luz com atitudes, palavras e pensamentos”. E ao completar 60 anos apresentou um depoimento lindíssimo. Vejam http://www.youtube.com/watch?v=NOtObek2bGs …

Reviver Espaço:Educação,saúde Qualidade de Vida disse...

Lia
Fico muito feliz em saber que está canalizando a sua energia!
Lembra das nossas conversas?
Nunca saberemos de forma antecipada onde os nossos anseios poderão nos levar,mas certamente se ouvirmos a nossa voz interior caminharemos com mais entusiasmo e alegria.
Muito sucesso e estude bastante, nós terapeutas precisamos do conhecimento!
Grande e afetuoso abraço