segunda-feira, 1 de abril de 2013

Um princípio do Ioga para qualquer momento

Se houver uma maneira fácil para reduzir as tensões do dia a dia e sentir mais prazer, você se interessaria? Veja nesta matéria como um princípio do Ioga pode ser aplicado para isto, mesmo sem qualquer prática.
Comece observando sua testa. Há alguma tensão por ali? Se houver, relaxe, solte os músculos da região. Agora note seus ombros e faça o mesmo. De novo com os quadris.
Agora pegue um objeto qualquer que esteja perto de você e segure-o com os braços estendidos à frente. Procure agora reduzir o excesso de tensão muscular, relaxando o que for possível no braço e na mão enquanto continua segurando o objeto. Se você não pratica relaxamento ou meditação com regularidade, provavelmente notou que havia energia além da necessária sendo aplicada em cada situação, e retirá-la não afeta o resultado final.
Eliminar a tensão não-útil é um princípio do Ioga, chamado "relaxar na postura". Após se atingir alguma postura, reduz-se a energia aplicada à permanência. Esse princípio é extremamente fácil de ser aplicado, podendo ser estendido para várias situações da vida prática. E devido à ligação sistêmica corpo-mente, um corpo mais relaxado induz mente mais relaxada (além de contribuir para evitar rugas!).
Veja algumas situações cotidianas em que se pode aplicar o princípio de relaxar na postura:
- dirigindo, enquanto espera no semáforo
- ao tomar um cafezinho
- ao dar uma garfada em uma refeição
- Ao deitar-se para dormir ou descansar
- ao assistir televisão
- Ao ler
- Enquanto espera a página Web carregar (muitas oportunidades!)
Há duas formas de se relaxar na postura: através de várias operações de relaxamentos parciais (testa, ombros, quadris, pernas) ou uma só: de uma vez você solta o que puder no corpo inteiro. Fazendo, rapidamente você vai descobrir sua melhor maneira. Sem contar que, quando se tornar um hábito, você nem precisará comandar conscientemente. E se quiser que isto aconteça mais rapidamente, faça alguns exercícios de imaginar-se relaxando na postura em situações variadas.
Veja mais idéias de situações onde aplicar o princípio:
- Agora!
- Ao caminhar
- No beijo
- Ao assistir uma aula ou palestra
- Ao fazer um carinho (imagine-se recebendo um de uma pessoa que está relaxada na postura!)
- Ao clicar o mouse ou digitar
- Ao refletir para tomar uma decisão
- Quando estiver com raiva
- Ao pentear os cabelos
- Ao se esfregar no banho
- Ao esperar o elevador
- Ao esperar um monte de coisas!
- Enquanto apenas curte a água quente no banho
- Em momentos de prazer em geral
Você já deve ter percebido a infinidade de situações nas quais se pode relaxar na postura. E você ainda pode combinar o relaxamento com a respiração: ao expirar, solte-se.
Haverá porventura alguma situação em que não convém fazer isto? Talvez, como por exemplo nos casos em que a tensão extra faça parte de processos que levam você a agir. Nestes casos relaxar pode não ser a melhor opção. Como regra geral, considere relaxar na postura quando for útil aos seus objetivos, e não aplique o princípio quando perceber que atrapalha mais do que contribui. Sua experiência é a melhor mestra.
Bom proveito e, só para fixar, que tal soltar-se agora em sua postura?
 *Virgílio Vasconcelos Vilela:Professor, analista de sistemas, programador e pesquisador de inteligência. Especialista em PNL (Programação Neurolingüística).
 

Nenhum comentário: