terça-feira, 30 de julho de 2013

A ação da Terapia Artística - A opinião dos Médicos

Dr. Moacir Amaral
A Terapia Artística tem uma importância significativa na minha pratica médica, e tenho indicado muitos clientes para o tratamento artístico terapêutico.
Hoje atendo principalmente dentro da clínica dita psiquiátrica, lidando com pacientes em estado depressivo, pacientes ansiosos e em pânico. Pacientes que oscilam entre um estado depressivo e um estado maníaco. Pacientes com formação egóica fragilizada, personalidade fragmentada e até aqueles em que o ego se esfacelou, no chamado surto psicótico.
Nessas situações a Terapia Artística tem-se mostrado de imenso valor curador, aquilo que realmente ajuda o paciente a caminhar em direção a si mesmo. Construindo ou fortificando suas estruturas de personalidade, necessárias à organização da sua vida, com suas estratégias básicas de sobrevivência e convivência.
Muitos de meus pacientes necessitam de medicamentos alopáticos e, no meu entender, os alopáticos têm uma ação de suporte e estruturação de “fora para dentro” semelhante à função do gesso numa fratura óssea; o gesso não cura nada, apenas dá o suporte imobilizador e formador, a partir de “fora”, permitindo que o osso cicatrize a partir de “dentro” pelas forças vitais e formativas do próprio organismo. Estas forças são intensificadas pela medicação antroposófica e homeopática, e também pela Terapia Artística, por isso podemos afirmar que a Terapia Artística é curadora. Lembrando que a Terapia Artística, por exigir a ação do paciente mobiliza o seu Ser essencial, sua Presença estruturadora a partir das profundezas inconscientes para a formação da Alma da Consciência, a verdadeira estrutura curadora a partir de “dentro”. Tenho entendido as doenças como crises à serviço da Alma da Consciência, e a Terapia Artística é um importante coadjuvante nesse processo. Recomendo mesmo”.
Dr. Moacir Amaral
Médico e Terapeuta. Membro da Soc. Bras. De Medicina Antroposófica e Membro do Colégio Internacional de Terapeutas

Nenhum comentário: