segunda-feira, 4 de março de 2013

O encontro de sua natureza interior

Quantas vezes você deixou de ser você mesmo? E, quantas vezes você entregou as rédeas de sua vida? Provavelmente hoje, você esteja realizando o que não gosta, sem satisfação no que faz, ou ainda pior, não consiga expor ao mundo o que tem de melhor a oferecer: o seu talento.
Na correria da vida moderna, cumprimos horários e metas e tentamos realizar o possível para nos tornarmos melhores. Mas na busca desenfreada por agradar a todos, deixamos de ser nós mesmos. Sem perceber, muitas vezes, seguimos os padrões da sociedade, obedecemos às circunstâncias que nos são impostas e optamos por cumprir “as regras” das aparências para aparentamos “ter o que não temos” e “ser o que não somos”.
Talvez você tenha vontade de fazer algo que o seu coração pede para ser feito, como ir em busca de algum sonho ou de encontrar sua vocação e deixá-la orientar suas escolhas. O importante é saber que existe um caminho onde você pode realizar uma vida plena e com mais satisfação. E não é preciso ir muito longe para encontrá-lo. Você precisa ouvir o seu coração e deixar manifestar sua natureza e seu talento em todas as atividades que realiza. Ser você é simplesmente ser verdadeiro.
Siga a verdade que nasce em seu interior; não há erros quando vivemos a verdade do coração. Ouça a natureza do seu ser, deixe-a apontar o caminho, escute esta voz que vem de dentro e preste atenção a ela antes de fazer suas escolhas. Ao viver a nossa verdadeira natureza percebemos a nossa missão de vida, nossa vocação. Confie, assuma e desenvolva o que existe de mais especial dentro de você.
Por fim, como você já sabe. O mais importante do que a escolha deste caminho é colocá-lo em ação, é caminhar.
“Existe uma luz que brilha além de todas as coisas na terra, além dos mais altos, dos mais altíssimos céus. É a luz que brilha em teu coração.”
Upanishad Chandogya

Fortaleça seu Sistema Imunológico!

Marília Fernandes
Nos estados de estresse passamos a produzir mais radicais livres e nossas defesas orgânicas ficam debilitadas, por isso cuide do consumo diário de antioxidantes que reforçam o Sistema Imunológico e protegem dos efeitos nocivos e deletérios provocados pelos radicais livres.
COLOQUE NO PRATO OS CAMPEÕES DE DEFESA
Betacaroteno (pré-vitamina A): abóbora, moranga, agrião, batata doce, brócolis, pimentas, cenoura, couve, espinafre, melão amarelo, mamão, damasco, pêssego.
Vitamina C: melão, pimentão e frutas cítricas como kiwi, goiaba, caju, abacaxi, morango, laranja, tangerina, maracujá, cereja fresca e acerola.
Vitamina E: amêndoas, avelãs, amendoim, castanha do para, azeite de oliva, óleo de girassol, leite, batata doce, abacate, manga, gérmen de trigo. Cobre: grãos integrais, chocolate amargo, carnes e legumes.
Zinco: carnes, ostras, moluscos, grãos, cereais integrais e alimentos enriquecidos.
Antocianidas: frutasCatequinas: chás de folhas verdes
Flavonas: frutas e vegetais
Sulfuranos e indóis: vegetais crucíferos - brócolis, couve-flor, repolho liso, repolho roxo, couve manteiga, couve de Bruxelas.
Quercetinas: cebolas roxa e amarela, brócolis, uvas vermelhasGlutationa: abacate, aspargos, brócolis, melancia
Resveratrol: uvas vermelhas com casca, vinho tinto, suco de uvasLicopeno: tomate, molho de tomate, goiaba, melancia.
Segredos Nutracêuticos: uma alimentação nutricionalmente equilibrada e planejada ao seu perfil e estilo de vida que contemple todos os Grupos Alimentares, fornece macronutrientes (proteínas, carboidratos e lipídeos), micronutrientes (vitaminas e sais minerais) e compostos bioativos (fitoquímicos e zooquímicos) de forma segura e saudável.
A natureza é sábia e perfeita!
Os fitoquímicos e zooquímicos são compostos presentes naturalmente nos alimentos que interagem entre si de forma a promover nossa saúde e nos proteger das doenças não transmissíveis (câncer, obesidade, hipertensão, colesterol alto, etc).
Os estudos clínicos vêm descobrindo que o consumo dos alimentos funcionais auxiliam no processo de "limpeza" orgânica e promovem, através das vias hepática e urinária, a eliminação de substâncias cancerígenas que nosso corpo produz diariamente.
*Marília Fernandes
 CRN 1693