sábado, 9 de março de 2013

Fluidez do momento presente

Com as agitações do dia a dia, nos distanciamos do real objetivo de nossas vidas de sermos felizes e de buscarmos realizar nossos sonhos. Quando passamos por qualquer fragilidade, imediatamente nos lamentamos por não ter feito isto ou aquilo e nos agarramos aos anseios do futuro ou remoemos os acontecimentos do passado, deixando de viver o mais belo momento: o presente.
É comum encontrar pessoas vivendo em um período de agitação ou de estresse por estarem com a mente ligada ao futuro ou ainda pessoas envolvidas com apegos emocionais como ressentimentos, culpas e perdas por estarem com a mente vinculada ao passado. Isso faz com que elas desperdicem os melhores momentos da vida como dar risadas, estar com pessoas que ela ame, andar descalço, olhar a natureza, se permitir brincar e admirar a alegria de uma criança.
Quando estamos no momento presente conseguimos nos focar mais, resolvemos melhor nossas inquietações e desperdiçamos menos tempo e energia com problemas imaginários. Conseguimos também desfrutar o melhor que a vida tem a oferecer e viver cada instante com mais segurança e autenticidade. Isso nos permite fazer com que a nossa natureza interior seja mais leve, solta e brilhosa.
Estar presente a cada instante da vida para torná-la mais completa e feliz é possível através do domínio da consciência. Esvazie sua mente de pensamentos desnecessários. Busque a concentração, foco e a meditação. Saiba que onde está o seu pensamento está sua energia e intenção. Por onde anda seus pensamentos nas soluções ou nos sofrimentos? Traga sua atenção para o agora e desfrute de toda sua força e presença em si mesmo. A vida é o reflexo de suas ações então, mude o seu hábito de apoiar-se no futuro ou no passado e esteja neste momento.
A sabedoria está na maneira com que realizamos e fazemos acontecer. O seu futuro está sendo construído agora. Nessa trajetória, como você já sabe, o mais importante é encontrar a felicidade na caminhada e não no destino. A vida é feita de momentos e é preciso aproveitá-los para ser feliz e encontrar a harmonia do bem viver.
O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.
O que for o teu desejo, assim será tua vontade.
O que for a tua vontade, assim serão teus atos.
O que forem teus atos, assim será teu destino.
(Brihadaranyaka Upanishad IV,45)