segunda-feira, 1 de abril de 2013

Um princípio do Ioga para qualquer momento

Se houver uma maneira fácil para reduzir as tensões do dia a dia e sentir mais prazer, você se interessaria? Veja nesta matéria como um princípio do Ioga pode ser aplicado para isto, mesmo sem qualquer prática.
Comece observando sua testa. Há alguma tensão por ali? Se houver, relaxe, solte os músculos da região. Agora note seus ombros e faça o mesmo. De novo com os quadris.
Agora pegue um objeto qualquer que esteja perto de você e segure-o com os braços estendidos à frente. Procure agora reduzir o excesso de tensão muscular, relaxando o que for possível no braço e na mão enquanto continua segurando o objeto. Se você não pratica relaxamento ou meditação com regularidade, provavelmente notou que havia energia além da necessária sendo aplicada em cada situação, e retirá-la não afeta o resultado final.
Eliminar a tensão não-útil é um princípio do Ioga, chamado "relaxar na postura". Após se atingir alguma postura, reduz-se a energia aplicada à permanência. Esse princípio é extremamente fácil de ser aplicado, podendo ser estendido para várias situações da vida prática. E devido à ligação sistêmica corpo-mente, um corpo mais relaxado induz mente mais relaxada (além de contribuir para evitar rugas!).
Veja algumas situações cotidianas em que se pode aplicar o princípio de relaxar na postura:
- dirigindo, enquanto espera no semáforo
- ao tomar um cafezinho
- ao dar uma garfada em uma refeição
- Ao deitar-se para dormir ou descansar
- ao assistir televisão
- Ao ler
- Enquanto espera a página Web carregar (muitas oportunidades!)
Há duas formas de se relaxar na postura: através de várias operações de relaxamentos parciais (testa, ombros, quadris, pernas) ou uma só: de uma vez você solta o que puder no corpo inteiro. Fazendo, rapidamente você vai descobrir sua melhor maneira. Sem contar que, quando se tornar um hábito, você nem precisará comandar conscientemente. E se quiser que isto aconteça mais rapidamente, faça alguns exercícios de imaginar-se relaxando na postura em situações variadas.
Veja mais idéias de situações onde aplicar o princípio:
- Agora!
- Ao caminhar
- No beijo
- Ao assistir uma aula ou palestra
- Ao fazer um carinho (imagine-se recebendo um de uma pessoa que está relaxada na postura!)
- Ao clicar o mouse ou digitar
- Ao refletir para tomar uma decisão
- Quando estiver com raiva
- Ao pentear os cabelos
- Ao se esfregar no banho
- Ao esperar o elevador
- Ao esperar um monte de coisas!
- Enquanto apenas curte a água quente no banho
- Em momentos de prazer em geral
Você já deve ter percebido a infinidade de situações nas quais se pode relaxar na postura. E você ainda pode combinar o relaxamento com a respiração: ao expirar, solte-se.
Haverá porventura alguma situação em que não convém fazer isto? Talvez, como por exemplo nos casos em que a tensão extra faça parte de processos que levam você a agir. Nestes casos relaxar pode não ser a melhor opção. Como regra geral, considere relaxar na postura quando for útil aos seus objetivos, e não aplique o princípio quando perceber que atrapalha mais do que contribui. Sua experiência é a melhor mestra.
Bom proveito e, só para fixar, que tal soltar-se agora em sua postura?
 *Virgílio Vasconcelos Vilela:Professor, analista de sistemas, programador e pesquisador de inteligência. Especialista em PNL (Programação Neurolingüística).
 

Acupuntura: vantagens e desvantagens

Acupuntura é uma prática que se tornou popular desde os tempos antigos na China. Sua popularidade se conservou
 Acupuntura é uma prática que se tornou popular desde os tempos antigos na China. Sua popularidade se conservou através dos tempos devido à simplicidade de sua teoria, aplicação e aprendizagem. Podemos citar os seguintes tópicos como sendo os mais indicativos no que se refere à qualidade da Acupuntura: 1 - Inúmeras possibilidades de aplicação. É útil em qualquer doença, não importando sua localização, oferecendo auxílio de uma maneira ou de outra em todas as faixas etárias e independentemente do sexo, podendo ainda ser facilmente associada a outras modalidades terapêuticas. 2 -Diminuição do uso de medicamentos. Atualmente, o uso de medicamentos está se tornando abusivo, com freqüentes intoxicações, sem que se consigam resultados terapêuticos ideais. A Acupuntura regula o equilíbrio do organismo, melhorando a circulação sangüínea e aumentando a resistência corpórea. Por isso, reduz ao mínimo a necessidade de medicamentos e aumenta a eficácia terapêutica.
 Além disso, constitui-se num tratamento mais econômico em relação ao tradicional método da alopatia. 3 - Simplicidade da instrumentação necessária. Muitos equipamentos médicos são, hoje, difíceis de transportar. A Acupuntura utiliza materiais simples, de fácil transporte. 4. Segurança no tratamento. A Acupuntura é uma prática extremamente segura, exigindo apenas agulhas descartáveis e um bom nível técnico do terapeuta. 5. Complementa as lacunas da medicina moderna. Apesar do constante progresso, a medicina moderna ainda não conseguiu resolver satisfatoriamente muitos dos problemas que atingem o ser humano, como por exemplo a síndrome de abstinência de drogas. A Acupuntura, isoladamente ou associada a Fitoterapia, obtém melhores resultados que a alopatia. A Acupuntura é hoje amplamente aplicada no Hospital das Clínicas, Hospital São Paulo e em vários centros de saúde do SUS e tem-se demonstrado que em muitas patologias seu efeito tem-se mostrado inferiores ao uso de medicamentos, à cirurgia e a outras formas de tratamento 6. É método auxiliar no diagnóstico.
Muitas doenças são difíceis de diagnosticar. A sensação proveniente da aplicação das agulhas pode denotar alterações neurológicas. A localização do processo patológico pode também ser indicada pela resposta à estimulação de determinados pontos, o que auxilia o diagnóstico. Além do mais, se a doença é funcional, a Acupuntura, via de regra, traz melhoras evidentes, o que não ocorre se já houve lesão orgânica. Neste caso, ela serve como prova terapêutica. 7. Os aspectos desfavoráveis. Podemos citar dois aspectos básicos que consideramos desfavoráveis à Acupuntura. Primeiro, o temor despertado pela próprias agulhas. Por isso, muitos outros métodos de estimulação tem sido desenvolvidos na esperança de substituir as agulhas, mas infelizmente ainda não se conseguiu os mesmos efeitos que as agulhas oferecem. Em segundo lugar, a Acupuntura exige maestria manual do terapeuta, o que requer longos anos de aprendizado.