sábado, 17 de agosto de 2013

Reike: Técnica de aplicação de energia pelas mãos realmente funciona?

http://www.stancka.com.br/artigos_e_materias.php?idA=141

* por Elisa Kozasa

Reike - Trata-se de uma prática de aplicação de energia curativa pelas mãos. O reike tem sido usado para alíviar o estresse, dores físicas e em cuidados paliativos.
Um paciente com câncer em estágio terminal deita-se em uma maca. O terapeuta simplesmente toca com atenção e gentileza alguns pontos de seu corpo, concentrando-se cerca de cinco minutos em cada um deles. Após cerca de meia hora, o paciente se levanta e relata estar se sentindo aliviado e mais disposto. Esta é uma cena que descreve brevemente uma sessão de reiki.
Há algum tempo, esta prática tem ao menos despertado curiosidade: o reiki. Trata-se de uma prática de aplicação de energia curativa pelas mãos, realizada por um profissional devidamente treinado na técnica. O indivíduo que vai receber a aplicação, fica em geral deitado e o terapeuta vai colocando suas mãos sobre determinados pontos do corpo com o intuito de emanar uma energia curativa para o cliente. Esse tipo de prática gera várias questões:

Será que funciona? Será que existe essa energia?

Apesar dessas questões não estarem completamente respondidas, o próprioNational Institutes of Health, órgão que regulamente as práticas em saúde nos Estados Unidos, tem o reiki como uma das práticas incluídas em setores de cuidados paliativos.

Pessoas com câncer metastático, problemas cardiovasculares, enfisema, transtornos mentais, têm procurado essa prática em hospitais e clínicas que cuidam do gerenciamente e alívio da dor física e mental.

Uma experiência interessante ocorre no Pain and Palliative Care Service doWarren Grant Magnuson Clinical Center em Maryland nos Estados Unidos. Nesse serviço, a partir do momento em que se observou que os pacientes tinham um rápido alívio do estresse com essa prática, ela começou a ser utilizada nos cuidados paliativos. Além dos mestres reiki, pessoas treinadas e iniciadas na prática, os próprios pacientes e seus familiares têm sido treinados na técnica que pode ser auto-aplicada também.

Os praticantes de reiki acreditam que a prática pode ser utilizada não apenas para alívio de males físicos, mas também psicossociais e espirituais. Os estudos científicos nesta área estão apenas começando, mas devido à fama que a prática obteve a partir de seus praticantes e de seus clientes, ela está sendo utilizada em várias clínicas importantes como terapia complementar.

Respostas para qual é a natureza dessa energia, e até que ponto existe a influência de um efeito placebo não estão respondidas ainda. Mas devido à ausência de contraindicações, e da própria solicitação dos pacientes por experimentar seu uso, tem se tornado um importante adjuvante no alívio do estresse e de dores físicas.

 

Entenda como o pessimismo influencia sua saúde

http://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/15574-entenda-como-o-pessimismo-influencia-sua-saúde
   * Por: Luciana Kotaka        
 Vocês já pararam para observar o quanto os pensamentos negativos apenas alimentam seu mau humor, fazendo com que seu dia se torne mais pesado e cheio de pequenos incidentes desagradáveis? Quantas vezes ao acordar pela manhã e bater o dedo na beira da cama já não saiu esbravejando e dizendo que o dia começou ruim?
 Isso porque muitas vezes vivemos rodeados de pessoas e ou situações que nos levam a ver somente o lado ruim das situações, e acabamos interiorizando esse comportamento crítico e queixoso em nossa vida.
 Outro exemplo é que algumas pessoas já cresceram ouvindo os pais reclamarem de tudo, sempre insatisfeitos com o que têm em casa ou no trabalho e, por mais que isso possa incomodar, nos acostumamos a ver esse mundo ingrato que tanto nos foi descrito. Quando menos esperamos alguém ao nosso lado nos aponta isso. Ao nos dar conta desse comportamento, ficamos a pensar o que fazer para mudar esse jeito de ser mal humorado.
 Porque é tão complicado entender que viver é um grande aprendizado e que, nesse contexto, precisamos alongar nosso olhar em busca de outros significados para não carregarmos o peso de uma vida difícil todos os dias? Isso acontece porque nos acostumamos a colocar muita tralha em nossas cabeças e, desta forma, vamos nos alimentando somente de pensamentos ruins que, refletem não somente em nós mesmos, mas no nosso corpo e na nossa relação com as pessoas ao nosso redor.
"Felicidade é um conjunto consciente de situações que no todo nos trazem contentamento"
 Pensamentos ruins geram doenças como depressão, ansiedade, mau humor crônico, entre outras doenças do estomago, coração, dores de cabeça, musculares. Isso porque o corpo não suporta tantas situações incompreendidas e mal digeridas, causando um mal estar constante na nossa vida.
 É importante aprendermos a diferenciar a real felicidade das pequenas situações que nos fazem felizes no nosso dia a dia. Felicidade é um conjunto consciente de situações que no todo nos trazem contentamento. Uma avaliação objetiva e afetiva que fazemos de nossa própria vida, incluindo as experiências emocionais que nos são agradáveis com baixo nível de humores negativos e alta satisfação em relação à vida.
 Esse processo é muito interessante, pois começamos a dar outro sentido à vida, muito maior do que aprendemos sobre ser feliz. Incluímos uma série de novos comportamentos que nos levam a uma satisfação imediata, pois quem não gosta de um bom dia com um belo sorriso no rosto, ou um momento de atenção quando se quer ser ouvido, ou mesmo um breve aperto de mão?
 Todas as nossas ações contribuem diretamente para o bem estar próprio e do outro, desencadeando uma cadeia de bem estar constante. A saúde mental está ligada diretamente ao nosso corpo, nosso cérebro registra todos os nossos pensamentos como reais, e passa a agir de acordo com eles.
O que a ciência diz
 A neurociência vem estudando os efeitos da positividade e identificou o quanto os nossos comportamentos são geradores de mudanças cerebrais importantes, como vemos em alguns casos de pessoas que passaram por situações traumáticas físicas e mentais se recuperaram.
 Se você se identificou com o texto, é importante avaliar a forma que tem se relacionado consigo mesmo e com as pessoas ao redor. Procure manter uma atitude positiva, promovendo o que, segundo a psicologia positiva, é o caminho adequado para mudar comportamentos.