quarta-feira, 21 de agosto de 2013

FSP intensifica pesquisa e clínica de redução de estresse com meditação

O Centro de Saúde Geraldo de Paula Souza, da Faculdade de Saúde Púbica (FSP) da USP vem implantando, desde 2011, a Clínica de Redução do Estresse, que tem como base o Programa de Redução do Estresse Baseado na Atenção Plena. Este programa é similar à Mindfulness Based Stress Reduction (MBSR), da Stress Reduction Clinic da University of Massachusetts, fundada em 1979. O trabalho está sendo coordenado por Rubens de Aguiar Maciel, doutor pela FSP.
A Clínica de Redução do Estresse tem como fundamento o emprego da Meditação da Mente Alerta, que está se tornando cada vez mais popular no meio médico. Embora as técnicas de meditação tenham uma longa história de utilização no contexto do treinamento espiritual, foi apenas recentemente que esses métodos começaram a ser sistematicamente aplicados e estudados como parte de um sistema de tratamento médico e psicológico no Ocidente.
Vários estudos vêm mostrando sua eficácia em benefício da integração psicossomática, especialmente relacionada à diminuição dos sintomas ligados ao estresse e à ansiedade. A prática regular desta modalidade de Meditação promove a regulação do funcionamento do sistema imunológico, o que produz um “efeito cascata”, beneficiando as defesas do organismo no combate a várias enfermidades. Outros têm demonstrado que essa prática pode produzir efeitos de curta e longa duração que podem afetar as funções cognitivas e afetivas de forma positiva, entre eles a autoaceitação, ressignificação de experiências emocionais, e redução da impulsividade.
Desde a década de 70, também ganhou destaque a investigação dos efeitos cerebrais da meditação, sob a premissa de que estados mentais como baixa ansiedade e afetos positivos podem alterar a atividade neuroelétrica. Atualmente, sabe-se que, além das mudanças funcionais, a meditação também pode produzir mudanças estruturais, atuando sobre a plasticidade cerebral. Uma pesquisa que comparou a espessura do córtex de meditadores experientes com um grupo controle encontrou uma diferença significativa nas regiões relacionadas à sustentação da atenção, onde a espessura era maior nos praticantes experientes.
A prática da Meditação da Atenção Plena vem sendo cada vez mais utilizada na prevenção, promoção e no tratamento de várias patologias nas clínicas de saúde mental, oncologia, cardiovascular, dermatologia e gastroenteroloimplangia no Brasil e no mundo. Suas principais vantagens são o baixo custo, autonomia do paciente e o fato de ser uma terapia natural. Algumas pesquisas mostram que meditadores com cinco anos de prática ou mais reduzem em até 70% sua procura pelo Sistema de Saúde.

Pesquisa aplicada

A partir de agosto deste ano, terá início a pesquisa Aplicação da Meditação da Atenção Plena em pacientes com estresse crônico, com o objetivo de aprimorar os conhecimentos e o ensino deste tipo de intervenção no âmbito da saúde coletiva. Os pacientes deverão ser encaminhados pelo Serviço de Saúde Mental do Centro de Saúde Geraldo de Paula Souza e pelo Ambulatório de Ansiedade do Hospital das Clínicas (HC), ligado à Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). Deste projeto irão participar alguns profissionais da saúde que terão oportunidade de conhecer, praticar e se aprofundar nos fundamentos científicos e práticos da Meditação, e assim, difundirem o seu uso.
O projeto de pesquisa para avaliar a eficácia da aplicação do método de meditação na redução do estresse. Os pacientes serão avaliados através de exames psicológicos antes e depois do tratamento, para que se tenham provas efetivas dos benefícios causados pelo método.
O atendimento a pacientes encaminhados pela área de saúde mental do Centro de Saúde vem sendo realizado há um ano e meio. Neste primeiro semestre o programa vai atender dois grupos de doze pacientes. No segundo semestre o programa priorizará a Pesquisa e Formação de outros profissionais de várias áreas da saúde, na aplicação do método, o que possibilitará que, no início do próximo ano, o atendimento seja ampliado para um maior número de usuários do Centro de Saúde.
As vagas para estas duas turmas de pacientes que farão tratamento este ano já se esgotaram, mas o objetivo para o próximo ano é ter um corpo maior de instrutores para ampliar o atendimento à população.

Projeto de Lei Regulamentando as Terapias Naturais‏

HomeopatiaS.com (cursohomeopatias@terra.com.br)
 
Para: reviverespaco@hotmail.com
Imagem de HomeopatiaS.com
De:HomeopatiaS.com (cursohomeopatias@terra.com.br)
Enviada:quinta-feira, 22 de agosto de 2013 00:20:51
Para: reviverespaco@hotmail.com


HOMEOBRÁS POSTOS HOMEOPÁTICOS LTDA.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte/MG - Fones: (31) 3439-2500 / 3491-2240
C.N.P.J.: 08.890.125/0001-46 – INSC. EST. 062.030.431.0068
www.homeopatias.com

Projeto de Lei regulamentando as terapias Naturais
Caro associado(a),


A ATENEMG e o CONAHOM criaram petição no Site “avaaz.org
solicitando ao Congresso Nacional acelerar a aprovação do Projeto de Lei Regulamentando as Terapias Naturais, que está já tramitando há 8 anos na Câmara dos Deputados. (justificativa junto a petição)
Pedimos-lhe assinar a petição eletrônica para ser entregue ao Congresso Nacional e a Presidenta da República.
Acesse o site:
https://secure.avaaz.org/po/petition/TERAPIAS_NATURAIS_JA/

Favor divulgar nossa causa.

Professor Moreno, Presidente da ATENEMG e CONAHOM.
Belo Horizonte, 20 de Agosto de 2013.